quinta-feira, 14 de março de 2013

Acne após os 25 anos... e agora?

Oi meninas,
Já faz algum tempo que minha pele ficou mais oleosa e apareceram algumas espinhas. Me falaram que era comum a acne depois dos 25 até os 35 anos. Para tirar as dúvidas, este post nos trás algumas informações básicas de como cuidar e prevenir as tão temidas espinhas. Espero que gostem!

acne

Engana-se quem pensa que espinha é um problema enfrentado apenas pelo público adolescente. É cada vez mais comum mulheres com idade entre 25 e 35 anos que se deparam com o surgimento de cravos e espinhas causadas, principalmente, por alterações hormonais e agravadas pela má alimentação, estresse, tabagismo, cafeína, utilização de determinados medicamentos (cortisona e antidepressivos, entre eles), uso inadequado de cosméticos e até mesmo por excesso de vitaminas ou exposição ao sol.

De acordo com o dermatologista Fernando Passos de Freitas, o quadro de acne na fase adulta também acomete homens, mas o público feminino continua sendo mais vitimado pelo problema, sofrendo até em torno de três vezes mais.

— Algumas das causas da acne adulta são as alterações hormonais devidas às disfunções ovarianas, sendo mais frequente a síndrome dos ovários micropolicísticos. O órgão nivela as taxas de hormônio masculino e feminino no corpo da mulher e, quando desregulado, a testosterona fica em alta, causando excesso de oleosidade na pele — explica.

Neste caso, é preciso procurar um especialista para diagnosticar o causador do problema. Caso o exame de sangue confirme a presença da síndrome, um ginecologista pode indicar o uso de um anticoncepcional específico para regular essa disfunção. As peles oleosas são as que mais sofrem com espinhas, pois elas surgem quando a epiderme produz gordura em excesso, e o sebo acaba obstruindo os poros. Em contato com esse acúmulo, as bactérias do rosto liberam toxinas, que geram uma inflamação com pus e, por fim, surgem as acnes. O dermatologista ainda alerta para a ‘acne cosmética’, provocada pelo uso incorreto de produtos hidratantes, excesso de maquiagem, filtro solar inadequado e cremes oleosos nos cabelos.

— As mulheres costumam comprar maquiagens, hidratantes e cremes anti-idade oleosos demais, incompatíveis com a pele, e isso contribui para o agravamento do quadro — avisa o médico.

Proteja a sua pele
Se você vive esse drama, a dica é não cutucar as espinhas e os cravos, pois isso pode agravar a lesão. Os micro-organismos presentes nas unhas podem causar um processo inflamatório na acne, piorando o estado da pele e aumentando as chances de virar uma cicatriz. O segredo para amenizar o risco de surgir espinha é limpar o rosto com produtos antiacne, optar pela maquiagem hipoalergênica e observar se algum alimento agrava o quadro.

— Antes de iniciar qualquer tratamento de combate à acne adulta é preciso diagnosticar a causa base. Como é um problema de múltiplas causas, há vários tipos e graus de tratamentos e produtos que vão desde fórmulas contendo ácido salicílico, enxofre e peróxido de benzoíla a antibióticos e retinóides — revela o especialista.

Segundo o médico, um bom ritual de beleza para quem tem tendência à acne é lavar o rosto duas vezes ao dia com sabonete líquido, usar adstringente suave e aplicar filtro solar com hidrossolúvel associado aos produtos secativos. Também é importante fazer esfoliações, duas vezes por semana, com sabonete ou gel específicos. Para que todos esses procedimentos sejam eficazes é indispensável buscar orientação de um dermatologista.

Bons hábitos para manter a pele livre de acnes
A alimentação inadequada é outra inimiga da pele lisinha. Alguns alimentos ricos em gorduras podem deixá-la mais oleosa e contribuir para o surgimento de espinhas. Evite doces, frituras e gorduras. No geral, mantenha uma alimentação balanceada em fibras e vitaminas que têm a capacidade de proteger a pele.

Relaxe!
O estresse é outro vilão. Ele é responsável por fazer as glândulas suprarrenais liberarem mais hormônios masculinos, provocando a produção de mais oleosidade e bloqueando os poros. Por isso, procure evitar situações estressantes e relaxe. A sua pele agradece.

Lembre-se:
 Nada de espremer as espinhas. Isso só serve para ganhar uma cicatriz. Use gel secativo ou o produto indicado pelo seu dermatologista no local.

 Mantenha uma boa higiene do rosto. Lave duas por dia com sabonete neutro.

 Não use produtos indicados por quem não é médico. Mesmo que o produto tenha sido bom para sua amiga, ele pode não funcionar para você, pois cada pele tem um tipo e exige um tratamento específico.

 Se você possui cicatrizes de espinhas antigas, procure um dermatologista para indicar procedimentos a laser. Os resultados são muito satisfatórios e ajudam a sumir com essas marcas.

PRODUTOS INDICADOS:


Acerte no sabonete facial

Ter ou não acne depende de vários fatores, tipo hormônios, estresse e produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas. Quanto mais oleosa a pele, maiores as chances de cravos e espinhas aparecerem. Por isso, o ritual de combate começa pela limpeza do rosto.
saboneteFotos: Divulgação
1. Sabonete antiacne, da Granado. R$ 13,95*
2. Sabonete secativo, da Aquaclin. R$ 10,50*
3. Sabonete extra secante, da Asepxia. R$ 8,58*
4. Sabonete Deep Clean, da Neutrogena. R$ 5,89*
saboneteFotos: Divulgação
Sabonetes antiacne e para peles oleosas são os indicados. Eles contêm ácido salicílico, que limpa os poros e evita o acúmulo de sebo. Lave o rosto no máximo três vezes ao dia. Mais do que isso, sua pele pode ressecar e produzir mais óleo.

1. Espuma suave de limpeza Foamingly Clean, da Benefit. R$ 96*
2. Sabonete em creme do Kit Faces Miniatura Cuidados Básicos, da Natura. R$ 39,90* (kit)
3. Sabonete líquido secativo, da Aquaclin. R$ 16,88*

Esfrega-esfrega

Para complementar a limpeza, use um esfoliante no rosto semanalmente, antes de lavá-lo. O produto retira as células mortas da pele, o que dá aquela força extra para que os produtos sejam bem absorvidos. Até duas vezes por semana (no máximo) é o ideal para quem tem pele mista, oleosa ou com acne. Se a sua pele é normal ou seca, faça isso uma vez só. Depois, siga para o tônico e o hidratante.

Como fazer: massageie o esfoliante no rosto úmido durante um minuto. Capriche nas áreas onde há mais cravos, como testa, nariz e queixo.
esfolianteFotos: Divulgação
1. Esfoliante Refined Finish, da Benefit. R$ 98*
2. Sabonete líquido esfoliante, da Aquaclin. R$ 20,25*
3. Gel esfoliante Clean Deeper, de Nívea. R$ 19,90*
4. Esfoliante Deep Clean, da Neutrogrena. R$ 19,99*

Tonifique e limpe os poros

Não sabe o que escolher na prateleira da farmácia? Preste atenção nos rótulos. O seu tônico facial deve conter os ácidos salicílico e glicólico e ser indicado para pele acneica ou oleosa. Aplique o produto sempre depois de lavar o rosto. O tônico é essencial para retirar resíduos de sujeira que ficaram na pele. Se ela ressecar, alterne o uso para dia sim, dia não.
tônicoFotos: Divulgação
1. Tônico Moisture Prep Toning Lotion, da Benefit. R$ 133*
2. Tônico purificante Stay Clear, da Nívea. R$ 16,90*
3. Tônico Soft Face Capricho, de O Boticário. R$ 19,99*
4. Tônico adstringente, da Tracta. R$ 29,95*
5. Tônico Sol Micellaire, da Vichy. R$ 49,90*

Gel secativo: combate ponto a ponto!

Ui, a espinha começou a dar sinal de vida? Para ajudar a dar um fim nela, aposte no gel secativo. A concentração de ácido salicílico e glicólico do produto é grande e eles ajudam a pele a desinflamar. Antes de aplicá-lo, você deve lavar e tonificar o rosto. E sem exageros: o gel deve ser aplicado só à noite. Lembre: nem pense em espremer!
gel secativoFotos: Divulgação
1. Lápis retrátil Secatriz, da Dermage. R$ 34*
2. Gel de tratamento antiacne, da Aquaclin. R$ 32,39*
3. Gel secativo Boo boo Zap!, da Benefit. R$ 69*
4. Gel secativo Soft Face Capricho, de O Boticário. R$ 16,99*

Não se esqueça de proteger e hidratar!

Usar um hidratante facial não aumenta a oleosidade da pele. O mesmo vale para o protetor solar. O segredo é escolher as versões em gel ou oil-free, que são mais leves e não levam óleo na composição. Protetores solares em creme ou oleosos entopem os poros, estimulando a produção de sebo e, claro, a formação da acne. Por isso, mantenha o protetor corporal longe do rosto. Depois de passar o produto, aplique um primer. Ele ajuda a controlar a oleosidade da pele por mais tempo. 
Obs: Os preços podem variar para mais, essa pesquisa é 2012.
Disponível na internet.